Luze-cus

Luze-cus, cadê vocês?
Ultimamente não mais os vejo
Ziguezagueando a clarear
Esse universo com seus gracejos

Corria, quando pequena, para os pegar
Uai, vocês sumiam num piscar de olhar
Sorrindo, me sentava, ficava a admirar


♥ ♥

Imagem ilustrativa:


Luze-cus

Substantivo masculino plural

Significado:
(forma do verbo luzir + cu) 
[Regionalismo]   [Entomologia]  
Designação comum aos insetos coleópteros 
que emitem luz fosforescente.
Luzicu, Luzincu, Pirilampo, Vaga-lume

♥ ♥

Além de ser uma eterna apaixonada pelas estrelas, principalmente as três marias...rs,
amo a lua, as borboletas, pássaros e muito mais.
Porém confesso que os vaga-lumes fizeram parte
da minha infância, adolescência e juventude.
Lá na chácara onde eu fui criada, 
tinha de monte..rs..e eu vivia tentando pegá-los.
Mas nunca, em minha vida,
soube que existia esse sinônimo para eles,
luze-cus, 
e quando li pensei ser outra coisa...hehehe

Ando saudosista e ver um luze-cu agora,
ahhh, me faria muito feliz.

Meus queridos amigos,
saudades, muiiiiitas!
Beijos mil e obrigada pelo carinho de sempre.

Rabiscado por Majoli

25 comentários:

  1. Belo alvorecer amiga querida !
    Como sempre vc me surpreende por alguma razão.Hoje lembrando que é o dia da poesia, uma data que sempre estamos esquecendo...a poesia é muito mais que palavras por isso que tem seu dia para ser comemorado...
    Parabéns pra você que sempre traz grandes poemas para nos encantar ...
    bjssssssssssssssssssss

    ResponderExcluir
  2. Sem sono,vim até aqui e deparei-me com este texto à
    sua maneira,tão doce e singelo que me emocionou.
    Valeu!
    Beijo.
    isa.

    ResponderExcluir
  3. Olá, querida!!!
    Rsrs... Que susto! rsrsrsrs
    Majoli também é cultura. Adorooo!
    Também eu ficava encantada com esses bichinhos que brincavam de esconde-esconde com a gente na infância.
    Adorei!
    Beijos no coração.

    ResponderExcluir
  4. oi minha linda,


    esses bichinho tem um charme único,
    toda criança fica encantada com a luz verdinha a piscar...
    e você como sempre nos surpreendendo e nos ensinando...

    muitas saudades também...

    beijinhos

    ResponderExcluir
  5. ei menina
    Vaga-lumes também enfeitaram o céu da minha infância. Hoje sumidos das cidades, ofuscados pelas luzes dos carros e das ruas, tenho o privilégio de vê-los, aos montes, quando vou para Milho Verde.
    Bejux

    ResponderExcluir
  6. Rssssssss...Já pensei besteira!!

    Adorei ver a referência e saudade dos pirilampos que enfeitam as noites! Adoro e cada vez mais raro encontrá-los. E que maravilha te ver de volta!!!

    Fiquei feliz.Acendeu uma luz( não como a deles,rs)... beijos,chica

    ResponderExcluir
  7. Majô....

    Dos gavalûmes acendetivos e piscantes vejo a luz dinovo em você acendente e clariante...

    Fico com os Luzes dispensando os Cuzes que é mais esCUrecidos... hehehehehe

    Beijo e
    DeussssssssssssssssssssKiajude

    ResponderExcluir
  8. Oi Majolinda, minha querida amiga, tambem andava saudosa de ti.
    Vaga-lume sempre traz boa recordaçao de infancia; tambem nao os conhecia com esse nome..estranho... rsrss
    Bjks otima tarde e findi semana pra ti minha flor

    ResponderExcluir
  9. Minha almada! Eu também adoro vagalumes e estrelas, coisas que dão brilho à noite.
    Também tenho muita saudade de ver um vagalume. Com as luzes da cidade onde moroé quase impossível ver até as estrelas!!!
    A propósito:o que faz os vagalumes emitirem aquela luz é uma substância chamada luciferina rsrsr. Bjs da tua bióloga almada.

    ResponderExcluir
  10. Oi Majoli!
    Muito bonita sua poesia e os pirilampos remetem-nos á infância.
    Na cidade quase não se vê. O que é uma pena!
    Um grande abraço com carinho poetisa querida

    ResponderExcluir
  11. o contraste da luz
    adensa a tristeza...

    e eu ri de sua saudade por um luze-cu


    beijo

    ResponderExcluir
  12. Ola Majoli querida,
    Adoro vagalumes e as vezes vou pro interior de Minas e vejo um monte.
    Pra felicitar a sua poesia deixo:
    Aproveita o dia,
    Não deixes que o dia termine sem teres crescido um pouco, sem teres sido feliz, sem teres alimentado teus sonhos.
    Não te deixes vencer pelo desalento.
    Não permitas que alguém te negue o direito de expressar-te, que é quase um dever.
    Não abandones tua ânsia de fazer de tua vida algo extraordinário.
    Não deixes de crer que as palavras e as poesias sim podem mudar o mundo.
    Porque passe o que passar, nossa essência continuará intacta.
    Somos seres humanos cheios de paixão.
    Parabéns poetiza.
    Beijos

    ResponderExcluir
  13. Só você, para descobrir essa denominação. Jamais a ouvi (rss). Dá para pensar em tantas coisas, menos em seu real sentido.
    Estrelas, lua, vaga-lumes... tudo nos encanta. Creio que nosso olhar era diferente, na infância. Mantemos, porém, o encanto que nos proporcionam. Grande beijo!

    ResponderExcluir
  14. Os vaga lumes tem algo de mágico dentro deles! Parecem estrelas perto de nós!
    Adorei teu post e a ilustração!

    ResponderExcluir
  15. Um encanto como cada. Vaga lume, beijo Lisette.

    ResponderExcluir
  16. Bom dia,Majoli!!!

    Bah! Que susto!rsrs
    Saudades amiga, de você da sua criatividade!!!Bem-Vinda!!!!Beijos e tudo de bom!!
    *Também não te esqueço!!!Adoro-te!

    ResponderExcluir
  17. Oi amiga virtual Majoli, ando tanto na correria que algumas vezes descuido-me das visitas.
    Adorei seu texto, lembrou-me a infância. Felizmente aonde moro ainda dá pra apreciar alguns poucos destes formidáveis insetos.
    Brigadão pela passagem lá no blog.
    Abraços, saúde, inspiração e paz interior.

    ResponderExcluir
  18. Eu também não sabia desse sinônimo. E olha que tenho no meu currículo a Entomologia como Profissão.

    Um beijo grande

    ResponderExcluir
  19. Olá, tudo bem?
    Vim dar uma espiadinha no seu blog e parabenizar você por ele. Gostei muito.
    Te convido a visitar o meu e a participar dos sorteios que estão acontecendo lá.
    São 2 sorteios.
    SORTEIO 1- http://vanessamonique.blogspot.com.br/2013/02/sorteio-de-aniversario-em-parceria-com.html

    SORTEIO 2-http://vanessamonique.blogspot.com.br/2013/03/sorteio-em-parceria-com-o-point-dos.html


    Beijinhos!

    ResponderExcluir
  20. Que cheirinho de infância por aqui, com meiguice e talento! Lembro-me que os pirilampos enfeitavam as minhas noites de fantasias. Belo poema, minha amiga.
    Obrigado pelos comentários lá blog.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  21. Olá Majoli,

    Mas que denominação mais esquisita para os vaga-lumes-rsrsrs.
    Eles também me remetem à infância. Vivia correndo atrás das luzinhas, tentando pegá-los.
    Fico pensando nas crianças de hoje que dificilmente tem a oportunidade de curtir as delícias do nosso tempo.

    Fiquei feliz por vê-la de volta.

    Beijão.

    ResponderExcluir
  22. KKK...Majoli,eu tb já pensei besteira!...rss...adoro vagalumes e trazem tb uma lembrança de infancia!Seu blog ficou lindo nesse rosa!Saudades tb,amiga!bjs,

    ResponderExcluir
  23. Querida adoro este teu jeito de trazer para o nosso conhecimento curiosidades realmente inusitadas.Obrigada por compartilhar,
    Felicidades sempre.Bjs Eloah

    ResponderExcluir
  24. Caraca...acho que nunca vi um, acredita???
    Não lembro. rsrsr

    Cidade grande do caramba. rs

    Uma boa semana.

    ResponderExcluir