Música, silêncio, ruído...

    
   No silêncio da madrugada                   
Num repente eu escuto
Uma música engraçada
Que fez-me rir por uns minutos

A letra era estranha
Mas a melodia envolvente
Pensei, quem fez tal façanha,
Deve ser meio doente

Era a história de uma pessoa
Que homem-bomba queria ser
Pois o coitado era coroa
Sozinho vivia, cansado de sofrer

No refrão, aí sim
Foi que dei gargalhada
Um ruído de estopim
Deixou-me bem assustada

Homem-bomba explodiu
E no chão meu rádio caiu


♥ ♥

                     Essa é minha participação
no desafio n°52, do blog

A proposta é esta:


Dia 1 de Outubro celebra-se o Dia da Música.

Gostava de vos pedir uma história
em 77 palavras (como sempre!)
que pudesse juntar música, silêncio e ruído.



Bem, sei que eu poderia ter sido romântica
na minha participação...
pois música, silêncio...e alguns ruídos...
hummmm...
me levam a imaginar outras coisitas
rsrs
mas  tô meio fora dessa fase...

Então pintou esse rabisco meio "bobo",
mas confesso que dei boas risadas...
e meu caçula disse-me assim:

"Mama, quanto tempo que a senhora
não ria tão gostoso."

Foi uma terapia...rs

Deixo beijos e abraços,
cheinhos de saudades de todos.

Dessa amiga de vocês,
que vem,
que vai,
que vem,
que vai...
sempre, sempre.

6 comentários:

  1. Majoçli, hoje passei o dia fora e só agoira chego! Fico feliz em te ver rindo e escrevendo.Adorei tua participação e tomara rias, rias muito mais, vindo sempre do coração! beijos,tudo de bom,chica

    ResponderExcluir
  2. A sua é uma bela homenagem a esta data também importante.Sem música a gente o que seria?A música pode nos transmitir tantas emoções inclusive uma bela risada assim,rsss!
    Grande abraço,bom fim de semana!

    ResponderExcluir
  3. oi minha querida,

    muito bom te ver por aqui,
    sinto tanta saudades das suas escritas,
    da sua presença,
    do seu carinho...

    receba todo o meu!!!
    beijinhos

    ResponderExcluir
  4. Teu rádio caindo deve ter te dado o maior susto do mundo kkkkkkkkkkkkkkkkk

    Adorei! beijos...

    ResponderExcluir
  5. Majoli. Lindo adorei não deixes o rádio ficar calado mesmo caindo ao Chão.
    Beijo
    Santa Cruz

    ResponderExcluir
  6. Que blog delicioso de ler!!!
    Desde a fonte (letra) tão linda até o teu jeito alegre e carinhoso de fazer poesia. Tudo cativa e enternece. Adorei o poema que fizeste para tua madrinha Maria. Tenho certeza de que, lá de cima, ela abriu um enorme sorriso mesmo com os olhos marejados, de tão linda que foi a homenagem que prestaste.
    Do poema de agora, confesso que também me enterneceu a frase do teu caçula:
    "Mama, quanto tempo que a senhora não ria tão gostoso."
    Fiquei imaginando o momento terno vivido pelos dois: ele, pela constatação feita, e tu por ver que o filhote havia reparado no riso bonito e franco, como também no tempo decorrido desde a última risada. Momento de mãe e filho que tão generosamente partilhaste.
    Enfim, quero voltar para ler outros escritos e também conhecer teus outros blogs.
    Por ora, deixo sorrisos (aqueles que teu espaço tão gostoso fez nascer no meu rosto) e também algumas estrelas para enfeitar tua tarde de domingo e tua semana. Que ela venha recheada de muitos momentos bons.
    Com carinho,
    Helena

    ResponderExcluir