O Bardo - Marco Antonio


Travei batalhas no desconhecido
Ao céu voei, e ao inferno desci,
Quanto mais achava que estava longe
Mais perto de mim eu ficava
E a cada passo que dava
Era uma eternidade que se passava.

Conheci pessoas,
Estranhos, estranhas,
Que hoje me são queridas,
Ou até meus inimigos.
Rumei ao desconhecido,
Aventurei-me por caminhos jamais antes vistos,
Vesti minha armadura de ouro
Enquanto por baixo não havia nada vestido.

Corri, andei, sentei, cantei,
E fiz poemas sobre a minha pessoa,
E sobre tantos outros que por mim passaram
E sobre tantos que ainda passarão.
Corri léguas descalço, nu, molhado,
Seco como um arbusto, lépido como um guepardo.
Às vezes lembrando-me do meu passado,
Noutras tantas sem saber de mim nada.

E hoje cá estou, em algum lugar banal,
Entretanto, sinto-me renovado, feliz e jovial.
E tantos anos se passaram, e nem um segundo se passou,
Enquanto eu andava pelo mundo, um mundo em mim se formou.

Tenho nome de experiência,
De sabedoria, de conhecimento,
Sou passado de boca a boca,
De pai pra filho, de tempo em tempo.
Sou um segundo mais velho que você,
E ao mesmo tempo o que a mais tempo existe no mundo,
Sou limpo, livre de chagas,
Sujo, imundo.

Sou o saber do velho, e do novo a curiosidade,
Sou o conselho bom, e o que também há nesse mundo de maldade.
Serei pra sempre conhecido, conhecida, como quiser,
Não tenho sexo, sou homem e sou mulher.

E tantas perguntas hei de responder,
E tanto tempo ainda hei de vingar,
Que a eternidade já se tornou minha amiga,
Sou irmão do sol, pai do luar.

☺ ♥ ☺ ♥ ☺ ♥ ☺ ♥ ☺ ♥ ☺ ♥

Esse poema foi escrito pelo meu filho Marco Antonio,
apreciem e digam o que acharam.
Pois mãe é sempre suspeita, não é mesmo?
Mas confesso:
Adorei!
:)

Beijos de uma deliciosa terça-feira,
a todos que por aqui passarem.

29 comentários:

  1. Majô...

    Tomara que ocê tenha um bão adiscurpamento pra ausência de falar cum EU... Pois só por causa de eu não ter visto o seu homenagiamento naum pode ser!!

    Dispois é tão fácinho perdoá o Macaco... num priciza dizaparecê..... sniff avacagado de saudade...

    Deussssssskiajude
    Beijo
    Tatto

    ResponderExcluir
  2. Querida amiga, filho de peixe, peixinho é, que família de talento. Absolutamente lindo o poema do Marco Antonio, doce, valente, cheio de esperança e amor. Adorei. Um beijo enorme no Marco, o que ele está esperando para montar um blog??? Parabéns querida amiga pelo filhão. Beijocas

    ResponderExcluir
  3. Majoli:

    Que história é essa de Marco Antônio escrevendo??? Parabéns aos 2, por você ser mâe de um filho tão especial e a ele por absorver tão bem a mãe especial que vc é. Beijooooos. AMEI.

    ResponderExcluir
  4. Puxa! Família de poetas!Lindo e bem inspirado! abraçso à ele e um beijo na mãe babona(com razão!)chica

    ResponderExcluir
  5. Como diz o ditado: Filho de peixe sabe nadar...

    O poema está óptimo e de grande profundidade lírica. Eu também adorei. Podes postar mais poemas do Marco, que nós agradecemos...

    Beijos

    Runa

    ResponderExcluir
  6. Minha querida
    Você pode até achar que meus elogios são porque ele é seu filho. Nada disso, o poema é realmente fantástico, cheio de questionamentos , dúvidas, mas repleto também de certezas. Parabéns a ele. Amei.
    Muito beijos aos dois

    ResponderExcluir
  7. Minha querida
    Esqueci de lhe dar os parabéns pelo novo visual do blog. Ficou 1000, de muito bom gosto. E a carinha dos meninos foi um enfeite a mais.
    Vários beijos

    ResponderExcluir
  8. Alguem aqui já escreveu: filho de peixe, peixinho é!

    Parabéns pelo talento.

    Beijo

    ResponderExcluir
  9. Assim nasce mais um poeta...Aplausos! beijos querida lindos dias pra ti.

    ResponderExcluir
  10. Tatto, estou ausente, mas não de falar com você, e sim com todos.
    Estou dodói e mal posso ficar sentada...tem que ser de ladinho.
    De vez em quando retribuo aos amigos que deixam comentários, mas assim:
    Dia sim
    Dia não
    Dia não
    Dia não
    Dia sim...rsrsrs
    :)
    Veja só que situação baby.
    Gostei de te ver aqui.
    Brigadinha viu?
    Beijos.
    ***************************************************************
    Oi Marilu, saudades de você amiga.
    Brigadinha pelo comentário no poema de meu filho.
    Fico feliz em saber que gostou.
    :)
    Beijos enormes no teu coração.
    ****************************************************************
    Viu só Edilson, esse menino é fera, por isso que não aceito pré-julgamentos dele.
    hehehe
    Adorei sua visita, viu?
    Saudades de você.
    Beijãozão meu querido.
    **************************************************************
    Brigadinha Chica.
    Sou babona mesmo, rsrs.
    Pode deixar que direi a ele que você mandou abraços.
    Beijos querida amiga.
    **************************************************************
    Oi Runa, brigadinha meu amigo pelas palavras de carinho.
    Pode deixar, assim que o Marco Antonio escrever mais algum poema, postarei.
    :)
    Beijos.
    ****************************************************************
    Wanderley, pode ficar tranquilo, eu te sinto nas palavras que deixas.
    Sei que não é "puxa-saquismo" seu.
    :)
    Fico feliz, e agradeço em nome do Marco Antonio, pelo elogio.

    Eu estava cansada da cara do blog, resolvi dar uma mudadinha e estou amando.
    Pelo menos um falou da cara nova do blog....brigadinhaaaaaaaa.
    :)
    Agora, as fotos dos meus tesouros aqui do ladinho, ah tem coisa mais bonita?
    No, no, no!!
    :)
    Beijos meu querido, muitos.
    Te adoro.
    *************************************************************
    Brigadinha Blue.
    Mas esse peixinho escreve melhor que essa mãe dele aqui.
    :)
    Beijos meu querido.
    **************************************************************
    Brigadinha doce Chocolate.
    Beijos linda, tudo de bom pra você.

    ResponderExcluir
  11. Minha querida vim lhe deixar um abraço e uma boa semana.

    bjos.

    ResponderExcluir
  12. O que é bom nasce pronto ... #FATO ... mesmo q ele não fosse filho da Majoli ele teria o dom próprio ... Amei o poema ... um jovem q expõe suas angústias e incertezas mas q tb já se revela um sábio pelas suas verdades...

    bjão aos dois

    ResponderExcluir
  13. Um abraço para você também Valdivino.
    Tenha uma deliciosa semana.
    ***************************************************************
    Também penso como você Paulo.
    Marco Antonio tem um jeito todo dele ao escrever, eu amei mais essa particularidade dele.
    Brigadinha pelo carinho meu querido.
    Beijão pra você.

    ResponderExcluir
  14. Bom dia querida minha!
    Lendo o poema de Marco Antonio, fiquei mais firme no pensamento de que as crianças de hoje trazem um dom especial. Este poema está
    m a r a v i l h o s o !
    Se orgulhe bastante Majoli, seu filhote é um poeta.

    Beijo querida.
    Fernanda

    ResponderExcluir
  15. Bom dia linda, tão querida minha!
    O Marco Antonio me deixou orgulhosa por demais, me mostrando essa veia poética que tem.
    Já li e reli, trocentas vezes...rsrs.
    Obrigada por chamá-lo de criança, pois apesar de já estar com 19 anos, será sempre o meu bebê.
    :)
    Beijos de um delicioso dia pra você, viu?
    Te gosto muito.

    ResponderExcluir
  16. Majoli...Como não apreciar um poema tão rico?
    Fiquei impressionada com a construção e evolução do pensamento.
    Com certeza ele herdou de você o belíssimo dom literário.
    Bom... Vim também para agradecer de coração as suas palavras deixadas no Simplesmente Amor.
    Essa troca de palavras na blogosfera alimenta a alma de bons sentimentos.

    Desejo para você um dia repleto de dádivas!
    Um abraço carinhoso

    ResponderExcluir
  17. Bom dia,Majoli!!

    Ficou ótimo!!Puxou o talento da mãe, não é?!!
    Gosto muito da histórias dos bardos...sempre povoaram a minha imaginação...
    Beijos!!

    ResponderExcluir
  18. Minha querida,
    acho que não sobrou nada para eu dizer rsrs , todos aqui ja dizeram rsr só me sobrou
    (Aplausos) Bravo , bravo ...
    bjs

    ResponderExcluir
  19. E a gente fica toda orgulhosa dos filhos talentosos na Arte da escrita Majoli!
    que lindo poema ,bem contruído como dos mestres.
    que o gosto seja cada vez mais apurado e o sucesso nas letras dê a ele muitas alegrias também.

    Parabéns

    abraços

    ResponderExcluir
  20. oi Majoli...

    boa tarde minha amiga...
    que lindo poema,
    nasce mais um lindo ser humano de coração e alma de poeta...

    incentive e fortifique essa prática,

    vou adorar...


    muitos beijinhos e parabéns pelo filho lindo que tem...

    ResponderExcluir
  21. O Marco Antonio fez o que costumo chamar de "mergulho prá dentro de si" e, lá no início do poema, ela já diz tudo: "Quanto mais achava que estava longe Mais perto de mim eu ficava".

    Por onde passou, por onde rumou, com quem esteve, com quem seguiu, de quem se despediu... Mais perto de si mesmo ele ficava. Quando mais aprofundava o mergulho, tanto mais de si passava a saber. E saber-se inacabado, num refazimento perene, nem sempre é descoberta sem dor, posto que, por saber suas incompletudes, a ânsia em ser provoca tantos outros confusos despertamentos... Tantas outras intensas vontades.

    O que é fantástico é a trajetória da busca! E aquilo que "sou" é sinônimo de mais buscas. A intensidade empregada permite a cada um dos leitores, ao tomar para si o texto do Marco, também enxergar-se em trajetória de refazimentos, de buscas, de desencontros, encontros e grandes reencontros... Ao final, algumas pinceladas do tornar a ser, por conta do enorme tamanho, já se confunde com o universo: sol e lua.

    Muito bom, Majoli! Também, tem a quem puxar!!!!

    Meu carinho a você! E que se reestabeleça logo!

    ResponderExcluir
  22. Quantas novidades por aqui...Novo design (belíssimo), novo poeta na área...rrsss....Ele escreve muito bem Majô, cumprimente-o por mim, dê-lhe mil beijinhos e diga-lhe que o último verso está de arrepiar!!! Bão amiga.

    ResponderExcluir
  23. Majoli,
    O poema de Marco Antonio,é um puro poema xamã!Parabéns!Fiquei arrepiada,se é bom?Fala sério amiga!Tá explicado porque o Universo conspirou a favor desse menino..Excelente!
    Boas energias,
    Mari

    ResponderExcluir
  24. Tatiana, brigadinha pelo carinho de suas palavras em relação ao poema de Marco Antonio.
    Eu senti o crescimento a cada novo verso que lia.
    Fiquei super feliz em sentir um pouco mais de meu filho através das palavras escritas.
    :)
    Também eu adoro essa troca que a gente faz minha amiga, é de um valor incalculável.
    Beijos de uma deliciosa noite.
    ***************************************************************
    Oi Vivian, também eu já vivi tantas fantasias relacionadas ao bardo...rsrs.
    Quero dizer, ainda hoje eu fantasio demais, dio mio.
    :)
    Brigadinha pelo carinho de suas palavras em relação ao meu filho.
    Beijos no coração.
    ***************************************************************
    Oi Lidia, saudades de te ter por aqui.
    Brigadinha pelos aplausos, a mãe fica mais boba ainda.
    :)
    Beijos querida.
    ***************************************************************
    Obrigada Lis, amei suas palavras.
    De vez em quando o Marco Antonio escreve, e se possível, postarei aqui.
    Beijos no teu coração.
    ***************************************************************
    Pode deixar Rô, sempre que eu perceber que ele escreveu, estarei ali incentivando.
    E, ele autorizando, postarei aqui.
    Brigadinha pelo carinho das palavras.
    Beijos com carinho no teu coração.
    **************************************************************
    Oi Gilmar, ontem quando o Marco Antonio me passou esse poema (por msn), li calmamente e o senti em cada verso.
    Depois, calmamente, me busquei...há tempos estava abandonada por mim mesma, necessitando desse reencontro, dessa chance que não mais me permiti.

    Quantas vezes a gente aprende com nossos filhos!

    Obrigada pelo carinho meu amigo.
    Tomara Deus que eu me restabeleça logo, está bem difícil.
    :(

    Um abraço.
    ***************************************************************
    Oi Sonia, que bom teres percebido o novo design...rs...amei.
    Vou dizer ao Marco Antonio de seu carinho, tá?
    Beijão pra você também querida.
    ***************************************************************
    Mari, fui procurar o que era poema xamã, pois eu não sabia.
    Nossa achei super legal, "Em transe extático percorre o inframundo"...maravilha isso.

    Sabe querida, suas palavras me fizeram recordar todo o carinho que você dedicou a mim e ao Marco Antonio, quando ele esteve passando por aquele problema sério de saúde.
    Suas energias positivas, sua dedicação...ah minha querida, nunca vou esquecer.
    Saiba que lhe tenho um carinho ENORME, viu?
    Beijos mil no teu lindo coração.

    ResponderExcluir
  25. Majoli, que versos mais lindos e tão repletos de sentimentos!! Não me espanta, pois a mãe é uma poetisa a quem eu admiro já faz tanto tempo!! Parabéns aos dois! A ele pelo poema, a você por ter criado um filho tão sensível assim! Um beijo sempre, muita saudade!! Deia
    PS: Aquele jardim fica num pedacinho de Portugal! rsrs!

    ResponderExcluir
  26. Oi querida estou chegando a pouco, mas já li suas poesias e adorei. Com toda certeza vc tem toda razão,o coração de mãe não se engana, o poema de seu filho está lindo e profundo, digno de um poeta verdadeiro. Parabéns e saúde para vc.

    ResponderExcluir
  27. Querida minha,vim te deixar um beijinho.
    Amei o post lá da Chica, você é maravilhosa.
    Gosto muito, muito de ti.

    Com carinho.
    Fernanda

    ResponderExcluir
  28. A genética é tudo , parabéns...beijo Lisette.

    ResponderExcluir
  29. Vou mudar um pouco aqui, rs. Eu digo assim....Filho de rainha, principe é. Que venha esse poeta, com suas belas poesias. Parabéns mamãe Majoli, pela linda familia que tem. Olha, agradeço suas orações e as do seu sobrinho, o Pe. Rodrigo Natal, muito obrigada. Vi a foto dele na net, parecidissimo como você. Beijos lindona.

    ResponderExcluir