Quando a tristeza é forte demais


Quando a tristeza é forte demais
Uma sensação de incapacidade me invade
Agonia, perguntas sem respostas
Numa proporção de tamanha intensidade
De nada adianta tentarem me consolar
O coração tão machucado, está a chorar

Ah que vontade de no tempo voltar

Tentar descobrir o que aconteceu
Refazer alguns passos, refletir
Intervir quando fosse necessário
Sentar-me ao lado teu, te ouvir
Tentar mostrar-me forte
E não deixar transparecer fraqueza...
Zelando por ti, não senti que exagerei
Apenas agi assim, porque sempre te amei

É meu filho, mãe as vezes peca, por amor

Faço de conta que sou feliz
Oculto meus problemas
Renuncio a muitas coisas
Tento controlar tudo sozinha
Esqueço de mim, escondo a cicatriz

Disfarço minhas lágrimas
Escondo-me por detrás de um sorriso
Mergulho na tristeza que é só minha
A vida parece perder o sentido
Ignoro-me, me deixo de lado
Sumo do meu mundo, me perco sozinha



Queridos meus,
não sou de deixar me abater,
mas meu coração tá apertadinho...
Sei que tudo passa...
mas enquanto não passa, dói...

Preciso aprender
que meus filhos não são meus
pra todo sempre,
que eles crescem,
que tem um caminho a seguir
e que não posso caminhar por eles.
Preciso parar de ser tão sufocante assim....
preciso aprender a confiar....
deixá-los respirar....
preciso lembrar um pouquinho de mim!

28 comentários:

  1. Bom dia,Majoli!

    Ah!Minha querida...meus filhos são pequenos, mas já estou me preparando para isso...afinal nós já fomos pequenos e saímos da casa de nossas mães...
    É difícil, mas conseguiremos!!
    Cuide-se bem!!!Beijos meus!!

    ResponderExcluir
  2. A tristeza e'assim, sempre bate com a força de um gladiador, temos que ter forças sempre pra vencer e mostrar que somos muito mais que ela...grande beijo de bom sábado pra ti qeurida.

    ResponderExcluir
  3. Majoli,como te entendo!Eu sou uma rocha,amiga!Graças a Deus,sou muito forte!Mas se tem uma coisa que me derruba é quando minha filha não está bem...aí,sou um cristal como naquela antiga musica!Os filhos nos fazem mesmo perder o chão!O que te dizer?Apenas que vai passar,amiga!Tenha fé!Bjs e te adoro!

    ResponderExcluir
  4. Majoli,
    para mãe só tenho uma duas palavras: sagrado e perfeição; e os filhos de nós nunca se vão....
    Lindo mãe! Desaperta seu coração...porque eles são o que são....
    Beijos,
    Carla

    ResponderExcluir
  5. Aprendizados difíceis, mas você consegue!

    Querer te aproxima do êxito e você está certa, pensar em você, permitir que eles pensem neles é necessário.

    Beijos querida, Majoli!

    ResponderExcluir
  6. Nossa adoro!!

    Você é realmente muito boa!

    Deixo meu beijo e desejo a vc um ótimo sábado!

    Estou esperando por você no Alma beijo!

    ResponderExcluir
  7. Ah amiga! e ainda diz que você não faz arte?
    o QUE VOCÊ COLOCOU AQUI É O SENTIMENTO MAIS PROFUNDO DE QUEM É MÃE SABE.
    Desculpe os erros estou tc com meu sobrinho no colo e mexendo em tudo, kkk
    Bjs e obrigada pela visita.

    ResponderExcluir
  8. Vamos soltar as pregas desse coração... pra que ele fique soltinho e mais levinho né!!!!


    Tô aqui! Presente e aguerrida! Torço por ti!!!

    Salve os filhos, Deus nos empresta e tomamos conta até que suas asinhas possam voarem sós... dói um tiquinho, mas quando chega a hora do voo, ninguém pode segurá-los... nós também fomos assim com nossos 'velhos', lembra?


    Catita

    ResponderExcluir
  9. É querida minha, não sei o que escrever aqui.
    Mas de uma coisa eu sei bem.
    Você é um ser humano muito lindo.

    Beijinho.

    ResponderExcluir
  10. Pense: você também foi filha, também caminhou e fez sua vida... Agora, é a vez deles caminharem. Você plantou boas sementes que irão florir em outras terras, mas lembrar-se-ão sim e muito de você! Queiramos ou não, somos os "porto seguro" dos filhos! Isso tudo vem com o crescimento interior e há um tempo para cada um de nós! Bela sua reflexão de mãe!
    Aproveito para lhe fazer um convite:

    ENTREVISTA!
    http://conversadeblogueiro.blogspot.com
    Acesse o blog acima e opine! Ficarei imensamente grata!
    Abraço, Célia.
    http://celiarangel.blogspot.com

    ResponderExcluir
  11. MAJOLI SE AS ASAS DE NOSSOS FILHOS OS LEVAM RUMO A FELICIDADE E A CONSTRUÇÃO DE UMA VIDA PRÓSPERA NADA TEMAS,PIOR É QUANDO ESSAS ASAS BATEM RUMO AO INCERTO AÍ SIM NOSSO CORAÇÃO PARA AQUI NA GARGANTA NOS SUFOCANDO DEIXANDO SEM AR,E NÓS COMEÇAMOS A NOS TORNAR MÃES INTOLERANTES AO OLHOS DE NOSSOS AMADOS FILHOS SIMPLESMENTE POR QUERER TRAZE-LOS DE VOLTA AO CAMINHO CERTO E FELIZ!
    QUERIDA TENHA UMA COISA EM MENTE SEMPRE QUEREMOS O MELHOR PARA NOSSOS FILHOS,POR ISSO LUTAMOS COM UNHAS E DENTES MESMO QUANDO ELES JÁ ESTÃO GRISALHOS!!KKKKKKKKKKK NOS PREOCUPAMOS SEMPRE AFINAL SAÍRAM DE NOSSAS ENTRANHAS E SOMOS RESPONSÁVEIS POR ELES NÃO IMPORTA A IDADE QUE TENHAM E O QUE PENSAM DE NÓS!!!KKKKKKKKK
    BEIJO

    ResponderExcluir
  12. olá minha amiga querida...

    o que dizer? Sou mãe também e sinto essas mesmas angústias e sei que minhas amigas mães também sentem assim, é um processo natural mesmo, filho tá em primeiro lugar sempre, pelo menos pra mim e deixar voar, ser livre é inevitável, para isso ser mais tranquilo, se é que podemos dizer assim, é preciso muita orientação, conversa, diálogo mesmo e tentar voar junto, pelo menos em alguns momentos, mas sempre com a certeza no coração de que eles são nossos sim, mesmo distantes e sempre saberão para onde voar quando precisarem de nós, pois sempre estaremos ali, braços e coração abertos esperando, dando colo e sempre muito amor...

    Fica com Deus linda amiga e se cuida!

    Beijinhos no coração!

    Su.

    ResponderExcluir
  13. O bom da vida é que tudo passa amiga...A dor tbem. E filhos os criamos para o mundo .são passaros,Bjos achocolatados

    ResponderExcluir
  14. oi minha querida,

    confie naquilo que você passou a eles,
    não são propriedade nossa,
    eles são partes importantes desse mundo,
    eles tem que ter liberdade para andar,
    para voar,
    para respirar,
    eles vão cair,
    vão se machucar e você minha amada,
    vai estar aí,
    com esse coração cheio de amor,
    e esse colo quentinho,
    para ampará-los,
    mas eles precisam viver,
    e você também...
    falo porque abri mão dos meus 3 príncipes,
    todos moram sozinhos,
    o coração estranhou muito
    no começo,
    mas depois ele se acomoda...
    se precisar conversar querida,
    sabe onde me achar...

    fique bem,
    muitos beijinhos

    ResponderExcluir
  15. Te compreendo, e acredite com um pouco de paciência e confiança tudo se resolve.

    Importante acalmar a alma e entender que a vida não seria tão magnifica se não nos proporciona-se este emaranhado de emoções.


    Um beijo Majoli ... te gosto.

    bom final de sabado.

    Luciano

    ResponderExcluir
  16. Boa noite querida Majoli, filhos, melhor nao te-los, mas se nao te-los, como sabe-los? Enfim, os meus nao querem sair daqui, o que faço? Mas sei que um dia irao seguir seus caminhos e estou me preparando para esse dia, cortando aos poucos os cordões, mas eles que nao querem, ai ta dificil! Mas vai com calma, DEUS nos da força nao sei de onde, e conseguimos tocar adiante sempre! Enfim, um beijinho carinhoso na ponta do nariz e durma com os anjos...Fique bem, fique com DEUS!

    ResponderExcluir
  17. Querida amiga:

    Os filhos são filhotes que crescem debaixo da asa dos pais mas depois viram pássaros, precisam voar sozinhos.
    Beijoooooos e sds sempre. Lindo fim de semana.

    ResponderExcluir
  18. Querida amiga! Vc falou de tristeza tão linda e sinceramente, que até parece alegria. Parabéns pelo belos versos. Bom fds, doces bjks.

    ResponderExcluir
  19. Minha querida

    Como o teu poema falou de todas as mães...podes ter a certeza que todas nós temos a sensação de errar, mas apenas por muito amor...e conheço esse vazio que se instala.

    Um beijinho carinhoso minha querida...e um ombro, estou aqui no blogue ao lado.

    Rosa

    ResponderExcluir
  20. Majoli querida!
    Com carinho deixo-lhe um texto:
    Os Filhos
    (Do Livro "O Profeta")
    Uma mulher que carregava o filho nos braços disse:"Fala-nos dos filhos." E ele falou:
    Vossos filhos não são vossos filhos.
    São os filhos e as filhas da ânsia da vida por si mesma.
    Vêm através de vós, mas não de vós.
    E embora vivam convosco, não vos pertencem.
    Podeis outorgar-lhes vosso amor, mas não vossos pensamentos,
    Porque eles têm seus próprios pensamentos.
    Podeis abrigar seus corpos, mas não suas almas;
    Pois suas almas moram na mansão do amanhã,
    Que vós não podeis visitar nem mesmo em sonho.
    Podeis esforçar-vos por ser como eles, mas não procureis fazê-los como vós,
    Porque a vida não anda para trás e não se demora com os dias passados.
    Vós sois os arcos dos quais vossos filhos são arremessados como flechas vivas.
    O arqueiro mira o alvo na senda do infinito e vos estica com toda a sua força
    Para que suas flechas se projetem, rápidas e para longe.
    Que vosso encurvamento na mão do arqueiro seja vossa alegria:
    Pois assim como ele ama a flecha que voa,
    Ama também o arco que permanece estável.
    Abraços! Uma semana abençoada pra ti.

    ResponderExcluir
  21. Um Grandeeeeeeeeeeeeee Abraçooooooooooooo confortante e chêio de carinho!!

    Pra espantar a tristeza....

    Deussssssssskiajude
    Beijo
    Tatto

    ResponderExcluir
  22. Querida Majoli, te entendo e sei como te sentes...
    Mas desabafar faz bem e alivia o coração.

    Acabei de chegar e estou tentando responder os comentários de hoje. Desejo que fiques bem e o que te angustia se resolva.

    Um beijo, fica bem, tudo de bom,chica

    ResponderExcluir
  23. Majoli, precisamos compreender que a dor nos faz crescer e, quanto aos filhos, é mesmo difícil abrirmos nossas asas e deixá-los viver. Beijos!

    ResponderExcluir
  24. Bom dia,Majoli!!

    Vim deixar meus beijos e meu carinho!!!
    Fique bem minha amiga!!!
    Que seu domingo seja ótimo!

    ResponderExcluir
  25. Uma linda semana pra ti amiga querida,,,muita paz,,,carinho e muitos versos...beijos e beijos.

    ResponderExcluir
  26. Oi Majoli
    Um poema de sentimentos grandes , de um coração grande.
    Os filhos são nossas pérolas e os queremos bem perto do peito.
    Voce conseguirá ve-los partir , criar asas e voar voar e sempre voltar ao ninho , felizes.
    Fique sempre bem , muitas coisas acontecem e nao somos capazes de deter, tu fizestes o melhor, agora é com cada um. Falo assim mas meu coração sempre dói ao ve-los indo.
    um grande abraço e minha amizade
    boa semana

    ResponderExcluir
  27. Por um filho vale tudo...
    Beijo Lisette.

    ResponderExcluir
  28. Olá amiga querida
    Todos têm um caminho a seguir. Filhos também.
    Voltei cheio de saudades.
    Obrigado por seu carinho de sempre.
    Muitos beijos

    ResponderExcluir