Saudades


Na claridade da lua
Que ilumina o quintal
Vejo sombras na parede
Da roupa no varal

Na fumaça do cigarro
Que se perde pelo ar
Meu pensamento vai distante
Chamo por ti sem cessar

É o amor que explode no peito
Que deixa meu ar rarefeito
É a saudade que dilacera a alma
Que transforma a calma

Perco-me na noite fria
Sentindo-me tão vazia
Percebo que de mim pouco resta...
Tudo finda

Sinto-me sufocada
E adentro na madrugada
Com a luz da lua agora mais distante
Como estás de mim, meu doce amante

Nesse meu hoje tão saudoso
Do som de sua voz, tão mavioso
Sou somente uma mulher
Que muito, muito lhe quer

Amanhã quando eu acordar,
Que de mim será?
Serei um passado perdido no esquecimento,
Serei folha de árvore caida,
Serei lembrança esquecida?

(rabiscado em novembro de 2009)

24 comentários:

  1. Que lindo!E de 2009!!!
    Emocionante!

    Bjs neste coração tão criativo almada!

    ResponderExcluir
  2. Poetas nunca são esquecidos.
    Saudades dói, Mas prefiro sentir saudades, que não ter nada de bom para lembrar.
    Boa noite Garota..Beijos. Edna.

    ResponderExcluir
  3. Recordo deste lindo..., e sofrido....
    Mas amigona são nestas armadilhas que a vida nos oferece ás vezes que nós as crédulas aprendemos da pior maneira, mas nos levantamos e crescemos um pouco mais.....

    Beijosssssssssssssss com muito carinho :))

    ResponderExcluir
  4. Achei perdido em um arquivo, tempo em que a saudade doía por demais, agora acalmou.
    Beijos almada, obrigada pelo carinho da visita.
    ************************************
    Penso como você Edna, antes a saudade do que o vazio no coração.
    Brigadinha pelo garota, amei.
    Boa noite querida.
    Beijos de uma noite de paz.
    ***********************************
    E precisamos aprender, né querida Maria Manuela?
    São coisas da vida amiga, ainda bem que passam, ou pelo menos diminuem.

    Beijos cheios de carinho.
    Amo quando vem, brigadinha, viu?

    ResponderExcluir
  5. A procura é muitas vezes a resposta.
    E o meio é muitas vezes o fim.
    E o fim é o inicio de outra etapa.

    [e que novos começos te inspirem]

    Beijo

    ResponderExcluir
  6. Puxa, que lindo,Majoli!!!E já em 2009 essas saudades te faziam inspirar tanto!!Adorei!

    Isso nem é novidade,né?!

    Um beijo,tudo de bom,chica

    ResponderExcluir
  7. É o que eu mais desejo Margoh, novos começos, liberta de tudo que me machucou.

    Beijos querida.
    ***************************************
    Em 2009, Chica querida, a saudade foi marcante por demais, e o pior que já se passaram mais de 2 anos após essa data e nunca pude saciá-la.
    Mas agora ela está ficando para trás.

    Beijos e obrigada pelo carinho de sempre.

    ResponderExcluir
  8. A saudade rasga o peito sem dó, e nós, os que conseguem falar dela, nos machucamos e botamos para fora em lindas formas.
    Bjs

    ResponderExcluir
  9. Querida minha, vou comentar pela manhã só aqui, temos que ir a uma aldeia colher material para começar meu campo em breve.

    Enquanto espero o moço que vem buscar nossa equipe, te leio.Você escreve tão lindamente, e é especail para todos que te guardam no coração.

    Esquecida? Não poderia ser amada.És muito amada e querida, pelos teus e por nós.
    Adoro você e isso é fato, mesmo que não venha todos os dias, por causa dessa correria.

    Sabe?Ando muito cansada...Começo a visitar e quando vejo dormi por aqui, então não consigo ir em todos os meus queridos que tanto amo.

    E agora essa vinda para Manaus me deixou muito mais cansada,lugar para ficar, conhecer o laboratório que vou ficar, e aproveitar minhas matérias para a federal, está sendo exaustivo.

    Mas sabe quando vou esquecê-la? NUNCA! Te amo.

    Beijokas amada

    ResponderExcluir
  10. Oi Majoli,
    seu texto faz lembrar uma canção que diz:
    "...aonde está você agora além de aqui, dento de mim..."

    Abraços, saúde e paz!

    =D

    ResponderExcluir
  11. Oi Majoli!
    Eu desconhecia esse lado romântico seu e vou dizer que adorei!
    Estou acostumada com as poesias infantis, acrósticos e você me surpreendeu com tanta beleza e sentimento a cada linha.
    Saudades é um bichinho danado mas nos seus versos tornou-se um bichinho belo!
    Uma ótima semana para ti com muita alegria e boa energia.
    abração com carinho

    ResponderExcluir
  12. oi mascotinha linda,

    saudade é como um bichinho que incomoda...
    ah,não gosto não!!!
    dói,maltrata o coração,
    mas sem dúvida foi uma linda fonte
    inspiradora para seus versos...
    por isso adoro você,
    aproveita tudo...

    muitos muxoxos e muita saudades

    ResponderExcluir
  13. Bola pra frente, Majoli! Caminhe ao encontro de outro grande amor.
    Beijo da Célia.

    ResponderExcluir
  14. Bom dia!! Ah, MAJOLI danada e diz que não sabe fazer poesia hein? Linda demais!! Amei!!
    "E que a mesma Lua que te visita, visite ele tambem, conte do teu amor e de tua saudade...Para que ele emocionado, venha logo e juntos possam se unir e viver uma eternidade!"
    ADOREI demais!! Continue nesse ritmo e verás o quanto seu coração irá agradecer...FELICIDADES!!
    BJINHOS MÁGICOS em teu CORAÇÃOZINHO que pulsa avidamente por VIDA!! VIVER!! TE AMODORO SEMPRE!

    ResponderExcluir
  15. Majoli, seus poemas têm uma riqueza de encher os olhos. Bjos.

    ResponderExcluir
  16. Oi Majoli!
    Tentei comentar em seu post de ontem mas não consegui, não encontrei o espaço para rabiscar.
    Parece q estou pertinho de vc, pq sinto q nossa dor é similar. Preciso acreditar que vai passar. Assim para mim, como para vc. Fica firme.Bjos

    ResponderExcluir
  17. Olá querida,

    Saudade dói, mas é fonte de inspiração.

    Um encanto de poesia!

    Beijão.

    ResponderExcluir
  18. Que lindo amiga...Jamais serás esquecida e se te esquecerem e porque nunca te mereceram. BJos achocolatados flor.

    ResponderExcluir
  19. Quando alguém se vai, deixa um pouco de si, mas também leva um pouco de nós. O que foi vivido está tatuado e não será apagado. Vira lembrança que a saudade insiste em manter, até que se esgote a dor. É a sina do amor acabado, onde não há vencedor.
    Bjs.

    ResponderExcluir
  20. Uau minha Majoli, que lindo!
    No meu coração vc jamais será lembrança esquecida, nunca mesmo.

    Beijos de luz e carinho.
    Amo vc, sempre! :)

    ResponderExcluir
  21. Olá,Majoli!!

    Minha amiga querida, uma poesia cheia de sentimento, tão linda!!!Bela inspiração!!
    Não é fácil deixar as coisas irem, mas tudo passa,pode demorar um pouco,mas passa.Muitas coisas são assim na vida, efemeras, passageiras, outras serão duráveis, eternas.Nem sempre é simples distinguílas,mas vamos aprendendo.
    Torço por ti,viu?!!Vais ficar bem!Confie nisso!
    Beijos!

    ResponderExcluir
  22. Majoli amiga,

    essa poesia é de mergulhar junto e sentir essa saudade também...

    passando pra deixar um beijinho e dizer que fico feliz em te ver de volta.

    Beijos gigantes gigantes.

    Se cuida.

    Su.

    (estou visitando os amigos devagarzinho...)

    ResponderExcluir
  23. Bom dia,Majoli!!!!

    Tenha um ótimo dia minha amiga!!
    Cuide-se bem!
    Beijos!

    ResponderExcluir